De volta aos idos do Império

BRASIL, Serra Fluminense - RJ

Autor: Luiz Maciel

Foto: Serra Fluminense (Foto: Revista Unquiet)

22/07/2022

Tags:  

#Destino Cult     

Imagem destino

(Foto: Revista Unquiet)

SERRA FLUMINENSE

A Serra Fluminense é daqueles lugares plurais, que reúnem mais atrações do que muitos países.

Por isso mesmo atrai todo tipo de visitante. Casais em lua-de-mel e trekkers dispostos a cruzar a serra dos Órgãos. Famílias que querem mostrar aos filhos as relíquias do período imperial e viajantes a fim de explorar a serra Fluminense como um todo, rodando de uma cidade a outra e se enveredando por caminhos alternativos que passam por uma banca de produtos naturais aqui, uma cachoeira ali, um restaurante bacana acolá. Em qualquer caso, é preciso ter um carro à mão para chegar e circular. Com um Mitsubishi 4×4, que não escolhe caminho, tanto melhor.

Há um rosário de cidades espalhadas pela serra Fluminense, mas o triângulo formado por Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo é mais que suficiente para preencher uma semana – ou até um mês – de viagem. Juntos, os três municípios somam 2.500 quilômetros quadrados e quase 700 mil habitantes.

Imagem destino

Palácio de Cristal, em Petrópolis (Foto: TravellingOtter/Flickr)

PETRÓPOLIS

O epicentro da serra Fluminense é Petrópolis, de 300 mil moradores, que está a 838 metros de altitude e fica a 68 quilômetros do Rio de Janeiro e a 450 quilômetros de São Paulo. É para lá que o imperador Pedro 2º fugia do abafado calor carioca – o antigo palácio de verão continua de pé, imponente, hoje transformado no Museu Imperial, que guarda o maior acervo de móveis, joias e documentos do Segundo Reinado. Perambular pelo museu – de pantufas, para preservar o assoalho centenário – é como assistir a uma agradável aula de história, sem decoreba ou prova oral.

Além desse museu, há outras atrações culturais interessantes em Petrópolis, como o Palácio de Cristal (a estufa mais chique do país, presente do conde d’Eu à princesa Isabel) e a Casa de Santos-Dumont (na qual o aviador projetou um chuveiro de água aquecida a álcool, revolucionário na sua época, e uma escada onde a subida só podia ser iniciada com o pé direito, entre outras invencionices).

Outra peculiaridade de Petrópolis é ser um grande centro cervejeiro. A antiga fábrica de 1853 da cerveja Bohemia, a primeira a ser produzida no Brasil, virou um museu, no qual os visitantes acompanham a história da bebida em tours guiados que incluem até quatro degustações. Tem até restaurante lá dentro para quem quiser esticar a experiência. Gostaria de ir além e conhecer uma moderna cervejaria em plena atividade? É só rumar para a fábrica da cerveja Petrópolis, aberta a visitas.

Imagem destino

Travessia Petrópolis x Teresópolis (Foto: Revista Unquiet)

TERESÓPOLIS

Petrópolis divide com a vizinha Teresópolis (a 55 quilômetros), os acessos ao parque nacional da serra dos Órgãos, onde fica o famoso pico Dedo de Deus, com 1.692 metros de altura. A entrada por Teresópolis leva às melhores trilhas do parque, inclusive a uma totalmente suspensa, que serpenteia no meio das árvores e tem 1.300 metros de extensão – adivinhou: é a mais procurada.

Teresópolis também se destaca pelas românticas pousadas penduradas nas montanhas e por uma curiosa raridade gastronômica: tem o melhor restaurante russo do país, o Dona Irene. Inaugurado em 1964 por imigrantes siberianos, hoje é comandado por um casal brasileiro, mas mantém à risca o cardápio original, inspirado nos banquetes dos czares – arenque defumado, borscht (sopa de beterraba), frango à Kiev (recheado de manteiga e empanado), varênike (pastel com recheio de batata e ervas) e uma profusão de entradas frias e sobremesas bem calóricas.

Imagem destino

Dedo de Deus, no Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Foto: Karla f. Paiva/Wikimedia)

NOVA FRIBURGO

Menos badalada que suas vizinhas, Nova Friburgo não foge à regra: tem atrações bem variadas. Para quem tem aventura nas veias, a subida aos pontos culminantes do parque estadual dos Três Picos é um belo desafio – o pico Maior, a 2.316 metros, é reservado aos montanhistas mais experientes; os outros dois, um pouco menores, só exigem bom fôlego e determinação. Quem pisou no topo de qualquer deles garante que a vista é fantástica.

Programinha mais leve – e saboroso – é a queijaria Suíça, que produz queijos de vários tipos, a maioria deles a partir de leite de cabra, e recentemente passou a fazer também chocolates. É a melhor herança deixada na cidade pelos imigrantes suíços que a fundaram em 1819.

Imagem destino

Museu Imperial (Foto: Allison de Castro/Flickr)

QUANDO IR

O melhor período para visitar a serra Fluminense é na estação seca, de março a outubro – nos últimos anos a região tem sido castigada por chuvas torrenciais no verão. Leve em conta também que no mês de julho e nos fins de semana os acessos às cidades serranas costumam ficar congestionados.

Imagem destino

Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Foto: Revista Unquiet)

NÃO PERCA

- As trilhas do parque nacional da serra dos Órgãos, especialmente as que ficam mais próximas da entrada por Teresópolis. Se quiser mais aventura, faça a travessia da serra (30 quilômetros, em três dias) na companhia de um guia (consulte o site parnado.tur.br para saber quais os guias disponíveis). Outro desafio é subir as montanhas do parque estadual dos Três Picos, em Nova Friburgo.

- A aula de história no museu Imperial (museuimperial.museus.gov.br), em Petrópolis, que guarda relíquias como o cetro da sagração de D. Pedro I e a coroa de D. Pedro 2º.

- A atmosfera de luxo que ainda sobrevive no palácio Quitandinha, em Petrópolis, que nos anos 1940 foi o mais glamuroso hotel-cassino do Brasil.

- A arquitetura peculiar da Casa de Santos-Dumont, em Petrópolis.

- O mergulho na história da cerveja no museu Bohemia e na cervejaria Petrópolis

- Os queijos e chocolates da queijaria Suíça, em Nova Friburgo.

Imagem destino

Hotel Quitandinha (Foto: Fabian Kron/Flickr)

Imagem destino

(Foto: Revista Unquiet)

BOMTEMPO RESORT

O Bomtempo Resort, em Petrópolis, tem boa estrutura de lazer, com monitores para a criançada e várias quadras de tênis para os adultos.

CONHEÇA O BOMTEMPO RESORT
Imagem destino

(Foto: Revista Unquiet)

QUINTA DA PAZ

Numa área de mata atlântica preservada, com esplêndida vista para o Vale do Cuiabá, em Itaipava, distrito de Petrópolis, o quinta da Paz é indicado a casais em busca de relaxamento e boa comida – tem três restaurantes e uma adega com 1.500 garrafas de vinho.

CONHEÇA O QUINTA DA PAZ
Imagem destino

(Foto: Revista Unquiet)

ROSA DOS VENTOS

O Rosa dos Ventos, em Teresópolis, é outro endereço de bom gosto, que conforto e boa oferta de lazer. Seu restaurante principal, o Zermatt, combina pratos brasileiros e franceses e tem uma ampla área envidraçada com vista para as montanhas.

CONHEÇA O ROSA DOS VENTOS
Imagem destino

(Foto: Revista Unquiet)

VILLAGE LE CANTON

No Village Le Canton, em Teresópolis, o destaque são as muitas opções de lazer, de parque aquático a boliche, de patinação a arvorismo. Para famílias cheias de energia.

CONHEÇA O VILLAGE LE CANTON
Imagem destino

(Foto: Revista Unquiet)

AKASKAY

Em Nova Friburgo, a pedida é o Akaskay, também com estrutura para receber pessoas de todas as idades. O ruído do riacho que corta o hotel ajuda a embalar o sono.

CONHEÇA O AKASKAY
Imagem destino

(Foto: Reprodução site do restaurante Dona Irene)

DONA IRENE

O Dona Irene, em Teresópolis, vale a visita não só pela ótima qualidade da comida, mas também pelo cardápio exótico – é difícil encontrar outro igual no país. Ligue antes para reservar não só o horário como os pratos que quiser degustar.

CONHEÇA O DONA IRENE
Imagem destino

(Foto: Reprodução, site Burrata Empório e Bistrô)

BURRATA EMPÓRIO E BISTRÔ

No Burrata Empório e Bistrô, em Teresópolis, o forte são os pratos de inspiração italiana. A burrata com lascas de presunto parma é imbatível como entrada. A polenta mole com ragu de linguiça de pernil e shitake é outro clássico.

CONHEÇA O BURRATA

BRASSARIA MATRIZ

Um endereço certeiro para a happy hour ou jantar é a Brassaria Matriz, em Corrêas, distrito de Petrópolis. Serve carnes nobres, pizzas e cervejas especiais, a começar das produzidas na casa. Além disso, tem uma localização privilegiada, à beira de um riacho.

CONHEÇA A BRASSARIA MATRIZ
Imagem destino

(Foto: Revista Unquiet)

CRESCENTE GASTRONOMIA

Em Nova Friburgo, o Crescente Gastronomia tem cardápio variado, incluindo bons pratos franceses, e adega com 200 rótulos. É o melhor da cidade.

CONHEÇA O CRESCENTE
Imagem destino

(Foto: Revista Unquiet)

RESTAURANTE LÁ

O restaurante Lá (tel. 24 2228-2027), em Secretário, outro distrito de Petrópolis, serve pratos contemporâneos, sem cardápio fixo – a proposta é usar os ingredientes mais frescos do dia. Há interessantes opções para vegetarianos e veganos.

Você também pode se interessar por: Ouro Preto - MG

MAPA DE ROTAS

Galeria

Galeria destino

(Foto: Revista Unquiet)

Galeria destino

(Foto: Revista Unquiet)

Galeria destino

(Foto: Revista Unquiet)

Galeria destino

(Foto: Revista Unquiet)

Galeria destino

(Foto: Revista Unquiet)

Galeria destino

(Foto: Revista Unquiet)

Galeria destino

(Foto: Revista Unquiet)

Galeria destino

(Foto: Revista Unquiet)

Galeria destino

(Foto: Revista Unquiet)

Galeria destino

(Foto: Revista Unquiet)

Imagem Logo elegante
Todos os estabelecimentos de hospedagem aqui recomendados, marcados como SCE, fazem parte do Selo Circuito Elegante, que reúne o que há de melhor na hotelaria do Brasil.

Além disso, os hotéis do Circuito possuem o Safe&Clean, selo auditado pela Bureau Veritas, que garante segurança e higienização para os tempos de pandemia.

Em todos eles, os clientes Mitsubishi terão as melhores tarifas e muitos benefícios, tais como: earlie check in, late check out e upgrade sem custos (sob disponibilidade no ato do check in), welcome drink, atendimento personalizado e mimos exclusivos.

Faça seu cadastro no site www.circuitoelegante.com.br com o código "MIT21", veja os privilégios que você terá em cada um deles e boa viagem!

Se precisar de ajuda, fale com o nosso concierge@circuitoelegante.com.br e aproveite para ver se a sua agência de viagem também é certificada com o SCE e tenha ainda mais benefícios.

NOSSA LINHA