Fora-de-estrada no sertão

BRASIL, Chapada Diamantina - BA

Autor: Luiz Maciel

Foto: Serra do Espinhaço/Chapada Diamantina (Foto: Upslo/Flickr)

01/02/2021

Tags:  

#Aventura 4x4     

Imagem destino

Chapada Diamantina (Foto: Reprodução site Pousada do Garimpo)

CONHECENDO A CHAPADA DIAMANTINA

A Chapada Diamantina tem pouco mais de 41 mil quilômetros quadrados – ou seja, é um tiquinho menor que o estado do Rio de Janeiro. Explorá-la exige espírito de aventura não só pelas dimensões, mas pelo terreno, repleto de aclives, vales e vilarejos, alguns deles alcançados só por meio de caminhadas, outros de 4x4 e, em ambos os casos, sempre na companhia de um guia local. Com essas dimensões, você pode estabelecer bases diferentes para os muitos passeios à disposição – vai precisar de uma semana a dez dias para conhecer os principais deles.

O principal ponto de apoio é Lençóis, maior cidade da região, que fica a 410 quilômetros a noroeste de Salvador pela BR 324 e depois a BA 488 e BA 242. Vale fazer esse trajeto mais rápido pelas rodovias e deixar para colocar o seu Mitsubishi em modo off-road quando chegar lá.

Fundada no século 19 por causa da descoberta de diamantes (daí o nome da região), Lençóis tem aquela mistura deliciosa de charme colonial, clima de aventura e jeito de esquina do mundo, com gringos de todo tipo (Jimmy Page, do Led Zeppelin, era tão habitué que acabou comprando uma casa em Lençóis - hoje anda sumido).

Imagem destino

Gruta da Pratinha (Foto: Otávio Nogueira/Flickr)

PASSEIOS NA CHAPADA DIAMANTINA

Os passeios mais bacanas a partir de Lençóis são os que levam às grutas da Torrinha e da Pratinha, à Cachoeira dos Mosquitos e ao Morro do Pai Inácio. A Gruta da Torrinha, com uma sequência de 60 metros de estalactites, é deslumbrante – e dá pra explorá-la à vontade. Já na Pratinha, o melhor é a flutuação no rio que corre lá dentro. O caminho para as grutas passa pelo Morro do Pai Inácio, o cartão-postal mais conhecido da Chapada. O ideal é ir no final de tarde, estacionar o seu Mitsubishi e subir a pé os 300 metros até o alto, para avistar os principais pontos geográficos da Chapada, ainda mais encantadores no pôr do sol.

As outras cidades que servem de base para passeios são Andaraí (mais próxima do Poço Azul e da Cachoeira Donana), Mucugê (cuja maior atração é o Cachoeirão, que brota de um paredão em forma de meia lua) e Ibicoara (no sul da Chapada, com acesso para as cachoeiras do Buracão e da Fumacinha). Todas têm pousadas simples e serviços, como o de guias, imprescindíveis nas estradas desertas e nada sinalizadas da região.

Dois vilarejos merecem entrar no roteiro: Igatu, distrito de Andaraí, uma inusitada vila com casas de pedra, única no país, e o Vale do Capão, no município de Palmeiras, onde fica a Vachoeira da Fumaça, que despenca de 380 metros – a cortina d’água é tão fina que baila ao vento e mal toca o chão.

Vale a pena deixar o carro de lado também para fazer um dos grandes trekkings da Chapada. São eles o Lençóis-Vale do Capão (25 quilômetros, mas a maior parte em percurso plano), Pai Inácio-Vale do Capão (18 quilômetros, com o pedaço mais desafiador na subida do Morro do Pai Inácio) e Pai Inácio-Lençóis (15 quilômetros, bem plana, dá até para fazer com crianças).

Esse é um lugar que recebe bem os visitantes o ano inteiro, mas é radiante entre março e setembro, quando dificilmente chove. O período mais chuvoso é de novembro a janeiro, quando muitos trekkings são cancelados – e as estradinhas se enchem de lama, desafiando os condutores mais ousados. Aqui você pode colocar à prova toda a tecnologia de um Mitsubishi 4x4. Ele vai passar fácil. Para quem gosta de um fora-de-estrada mais radical, é o paraíso.

ONDE FICAR - HOTEL REFÚGIO NA SERRA

O hotel mais elegante e confortável é o Refúgio na Serra (refugionaserra.com.br), que acaba de abrir suas portas para hóspedes exigentes, que possuam o mais simples dos gostos, ou seja, se contentam apenas com o melhor. Localizado no coração da Chapada Diamantina, em Mucugê. O projeto, que leva a assinatura da Gam Arquitetos, fica no centro da cidade tombada e revela-se um verdadeiro refúgio. “Em um ambiente rico por natureza, onde uma jaqueira centenária encontra-se rodeada por diversas árvores frutíferas, 12 unidades do hotel proporcionarão aos hóspedes uma imersão nesse ambiente natural, tranquilo e agradável”, palavras de Fabiano Borré, o proprietário desta pousada, que possui o Selo Circuito Elegante – SCE e que oferece aos clientes Mitsubishi benefícios exclusivos em suas reservas, vale conferir!

CONHEÇA MAIS SOBRE O REFÚGIO NA SERRA
Imagem destino

Almoço no Quliombola (Foto: Reprodução site Restaurante Quilombola)

ONDE COMER

A culinária do sertão baiano – rica com frutas, legumes e carnes secas – é uma atração à parte. Os restaurantes Bistrô Café do Mato e Quilombola (Rua das Pedras) são referências de comida regional. Com toques contemporâneos, o Roda d’Água (Rua Altina Alves, 747) é uma boa pedida para quem prefere um cardápio mais variado. O peixe grelhado com risoto de limão é um clássico da casa.

Você também pode se interessar por: Serra do Rio do Rastro-SC

MAPA DE ROTAS

Galeria

Galeria destino

Serra do Cipó (Foto: upslo/Flickr)

Galeria destino

Cachoeira do Bené (Foto: Emmanuel Martins/Flickr)

Galeria destino

Estrada para Diamantina (Foto: Renato Alves da Costa/Flickr)

Galeria destino

Morro do Pai Inácio (Foto: Bart Van Dorp/Flickr)

Galeria destino

Diamantina vista de cima (Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr)

Galeria destino

Igreja matriz de Santo Antônio (Foto: Pedro Vilela/Flickr)

Galeria destino

Cachoeira da Fumaça (Foto: Rosanetur/Flickr)

Galeria destino

Igreja de Nossa Senhora do Carmo (Foto: Pedro Vilela/Flickr)

Imagem Logo elegante
Todos os estabelecimentos de hospedagem aqui recomendados, marcados como SCE, fazem parte do Selo Circuito Elegante, que reúne o que há de melhor na hotelaria do Brasil.

Além disso, os hotéis do Circuito possuem o Safe&Clean, selo auditado pela Bureau Veritas, que garante segurança e higienização para os tempos de pandemia.

Em todos eles, os clientes Mitsubishi terão as melhores tarifas e muitos benefícios, tais como: earlie check in, late check out e upgrade sem custos (sob disponibilidade no ato do check in), welcome drink, atendimento personalizado e mimos exclusivos.

Faça seu cadastro no site www.circuitoelegante.com.br com o código "MIT21", veja os privilégios que você terá em cada um deles e boa viagem!

Se precisar de ajuda, fale com o nosso concierge@circuitoelegante.com.br e aproveite para ver se a sua agência de viagem também é certificada com o SCE e tenha ainda mais benefícios.

NOSSA LINHA